O que é o whey protein, de onde vem e para que serve?



O whey protein é uma proteína - assim como as carnes branca e vermelha, o ovo, a soja e a lentilha -, o mais importante nutriente para quem quer desenvolver massa muscular. A principal diferença está no seu altíssimo valor biológico e na fonte da sua extração: o soro do leite de vaca.

Surpreso? Pois é, tem gente que ainda acha que existem por aí “veggie whey”, “beef whey” ou coisas do tipo. Então, saiba que não existe whey vegetal ou de carne! Essas denominações estão erradas. Simplesmente porque não existe soro do leite (de vaca) vegetal ou soro do leite de carne. Ou você já viu um bezerro mamando numa planta? Portanto, whey de soja, por exemplo, não existe; o que existe é a proteína da soja.

Palavra de origem inglesa, whey protein significa, em português, a proteína do soro do leite de vaca, o que se extrai daquele líquido meio amarelado e turvo que é obtido no processo de fabricação do queijo. E ainda que existam proteínas vegetais, o perfil de aminoácidos do whey protein é totalmente diferente desses outros tipos de proteínas, pois possuem bioativos que não estão presentes nas proteínas vegetais.

Ao complementar as necessidades diárias de proteínas que o organismo humano precisa, fornecendo aminoácidos essenciais, ele auxilia no aumento e recuperação de massa muscular, proporciona saciedade, ajuda no emagrecimento, estimula perda de gordura corporal, melhora a saúde óssea e fortalece a imunidade, entre outros benefícios.

E o melhor: não há contra-indicação, exceto àqueles que têm alergia ao leite, podendo ser consumido por pessoas de qualquer idade, de crianças a adultos, de pacientes enfermos a atletas de alta performance.

Para uma prescrição mais individualizada, converse com seu médico ou nutricionista sobre a suplementação com whey protein.